O que distingue a formação CIP HOF ministrada por Sónia Esteves

1. Prática clínica intensa com a frequência de apenas 2 médicos por cada dia de formação clínica. A formação em grupos maiores tem vantagens inegáveis, como condições financeiras que costumam ser mais suaves. Mas para quem procura uma experiência clínica com uma maior proximidade com o formador e uma prática clínica “hands on” otimizada, deve procurar cursos com um número menor de vagas. Este curso tem um máximo de 2 vagas por cada dia de prática clínica.


2. Orientações para uma prática clínica que busca a máxima segurança dos pacientes. A harmonização facial inclui procedimentos com uma excelente segurança para os nossos pacientes. Mas as complicações, embora raras, podem ter um custo elevado para paciente e profissional. Esta especialidade trata do bem-estar. Não são procedimentos essenciais. Nesta perspetiva acredito que devemos cultivar hábitos e práticas clínicas que começam desde a anamnese e que se estendem até ao acompanhamento pós-tratamento. Na formação apresento um “plano” transversal a todas estas fases para que criem um protocolo de trabalho com a máxima segurança.


3. Todos as edições têm revisões permanentes do seu conteúdo para acompanharem as publicações científicas relevantes e mais recentes.

4. Formação sem segredos. Partilho de forma aberta o meu conhecimento e experiência clínica. Isto significa que se repetirem formação comigo em anos diferentes vão observar diferenças. Devemos ajustar a nossa prática à rápida evolução desta especialidade.

5. Criamos um laço com os colegas que frequentam a formação, auxiliando nas dúvidas clínicas que surjam posteriormente. Eu e a minha equipa estaremos à distância de um telefonema ou de uma mensagem.

6. Se frequentarem a minha formação não vão aprender técnicas e protocolos “batizados” nem patenteados por mim! Não quero ofender ninguém, mas acho que só faz sentido nomear um protocolo se inventarmos algo realmente revolucionário. Sei que muitos vão compreender o que quero dizer com esta afirmação. Aviso de antemão que ainda não inventei o “Tesla” da estética facial. Faço formação e atualização permanente. Observo, leio e procuro aprender com pessoas verdadeiramente inspiradoras. Introduzo na minha prática clínica aquilo que funciona. E é isso mesmo que partilho e procuro transmitir nos meus cursos.

7. Formação independente de qualquer laboratório, o que permite aos formandos conhecerem as especificidades de diferentes marcas de referência. Estou grata aos laboratórios que me convidam para fazer formação e vou continuar a trabalhar com eles. Mais, eu também tenho muito a agradecer aos laboratórios que me convidam para assistir às suas formações. É uma excelente forma de aceder a formação atualizada. No entanto, a formação que desenvolvi na minha clínica permite-me trabalhar com total independência.

Se é Médico ou Médico Dentista e quer obter mais informações sobre as minhas formações, entre em contacto com o Centro de Medicina Dentária das Taipas.

geral@cmdtaipas.com

253 583 718 | 925 186 604

Partilhar