Livros: o meu top 20

Primeiro: sou uma leitora compulsiva! … assumida a condição, será mais fácil perceber que fico em sofrimento quando estou a terminar um livro e ainda não tenho o próximo na mesinha de cabeceira.

Apesar da enorme quantidade de livros editados todos os dias, ou talvez por isso mesmo, às vezes é difícil saber o que trazer no próximo cesto de compras.

Partilho convosco uma listinha com o meus 20 livros favoritos na esperança de que possa ser útil e talvez inspiradora para todos os que andam procura!

Algumas notas breves:

Lista por ordem alfabética e não por ordem de preferência.

Esta lista fica em: “permanente atualização” sujeita ao crivo das minhas próximas leituras, bem como à redescoberta de livros lidos e que estavam esquecidos à data da edição desta lista.

Que esta lista possa inspirar as vossas leituras!

“1Q84” publicado em 3 volumes de Haruki Murakami

“A Catedral do Mar” de Ildefonso Falcones

“A Imperatriz Viúva – Cixi a concubina que mudou a china” de Jung Chang

“A insustentável leveza do ser” de Milan Kundera

“As serviçais” de Kathryn Stockett

“Como água para chocolate” de Laura Esquivel

(Não consegui fotografar este livro.. está “desaparecido” da minha biblioteca … é por estas que que sofro de ansiedade de separação nas raras ocasiões em que empresto um livro! Quem o tiver pode aproveitar a sugestão e proceder à devolução. Obrigada!)

“Ensaio sobre a cegueira” de José Saramago

“Kafka à beira mar” de Haruki Murakami

“Liberdade” de Jonathan Franzen

“Madame Bovary” de Gustave Flaubert

“Maximum City” de Suketu Mehta

“Millenium” trilogia de Stieg Larsson inclui:

• “Os homens que odeiam as mulheres”

• “A rapariga que sonhava com uma lata de gasolina e um fósforo”

• “A rainha no palácio das correntes de ar”

“O amor nos tempos de cólera” de Gabriel Garcia Márquez

“O Equador” de Miguel Sousa Tavares

“O Jogo do Anjo” de Carlos Ruiz Zafón

“O mundo é pequeno” de David Lodge

“O Pêndulo de Foucault” de Humberto Eco


“O paraíso na outra esquina” de Mario Vargas Llosa


“Os filhos da meia noite” de Salman Rushdie

“O Tigre Branco” de Aravind Adiga

Até breve!

Partilhar