Inflammaging: o que precisa saber

Inflammaging é a inflamação crónica, persistente e silenciosa que se intensifica com o envelhecimento, ou seja, é uma característica do processo natural de envelhecimento. Este aumento de inflamação crónica também acelera o envelhecimento, bem como a probabilidade para o desenvolvimento de diversas doenças, como por exemplo diabetes, Alzheimer, doença cardiovascular, osteoporose e certos tipos de cancro.

Existe, assim, uma relação bidirecional entre inflamação crónica e o envelhecimento.

Esta inflamação crónica vai causando alterações cumulativas a nível bioquímico e celular. 

Por um lado, à medida que envelhecemos o nosso corpo tende a ter mais dificuldade em manter controlados os níveis de inflamação. E por outro lado, as consequências deste estado de inflamação crónica mais elevado aceleram o processo de envelhecimento e reduzem a qualidade de vida.

Fonte: Journal of Immunology Research | Artigo ”An Update on Inflamm-Aging: Mechanisms, Prevention, and Treatment”.

Para compreender este processo é preciso distinguir a inflamação aguda da inflamação crónica.

Por exemplo, quando sofremos um traumatismo a inflamação que lhe sucede é aguda e é benéfica, pois aciona os mecanismos que permitem ao organismo a regeneração das estruturas lesadas. 

Já na crónica, a inflamação é persistente e praticamente não manifesta sintomas (ou pelo menos são muito discretos), pelo que acabamos por nos habituar. O resultado? Uma acumulação de danos!

Quais os fatores de risco que aceleram o Inflammaging? 

Os exemplos seguintes apresentam uma associação causa-efeito forte no que respeita a este fenómeno:

  • Infeções crónicas assintomáticas como as da cavidade oral ou trato urinário;
  • Stress;
  • Obesidade;
  • Sedentarismo;
  • Doença intestinal crónica que aumenta a permeabilidade intestinal;
  • Suscetibilidade genética;
  • Redução dos microrganismos benéficos no microbioma intestinal.
Fonte: Inflammaging and Cancer: A Challenge for the Mediterranean Diet”.

Como minimizar o Inflammaging?

Através de:

  • Exercício físico;
  • Exposição solar moderada e com os devidos cuidados de fotoproteção;
  • Alimentação saudável rica em antioxidantes e alimentos não pró-inflamatórios; 
  • Redução do stress, particularmente do stress crónico; 
  • Ciclos de sono saudáveis;
  • Suplementos alimentares de acordo com as necessidades, também podem ajudar.

Relativamente à rotina cosmética, esta também pode prevenir e controlar fatores que contribuem para o Inflammaging da pele. Deixo aqui algumas recomendações:

  • Use proteção solar adequada;
  • Utilize diariamente cosméticos com antioxidantes;
  • Faça uma rotina que respeite a tolerância da sua pele (cosméticos que deixam a sua pele inflamada envelhecem!);
  • Não exagere na quantidade de produtos aplicados;
  • Faça uma higiene da pele eficaz, mas que respeite a sensibilidade e hidratação da pele;
  • Mantenha a pele hidratada;
  • Não faça esfoliações demasiado agressivas.

Para um envelhecimento saudável e em beleza procure reduzir os fatores responsáveis por inflamação crónica na sua vida.

Até breve!

Partilhar