Skip to main content

2018 trouxe uma grande novidade para a estética facial: adeus duplo queixo e sem recurso a cirurgia!

Já é possível, através de um tratamento injetável não cirúrgico, redefinir o contorno da zona do queixo e do pescoço.

Recentemente lançado em Portugal, está já em voga noutros países (ou seja, amplamente testado e comprovado), nomeadamente nos EUA, onde é conhecido por KYBELLA® e tem como embaixadora Khloe Kardashian.

Este medicamento consiste numa solução injetável de ácido desoxicólico, capaz de destruir permanentemente a indesejável gordura que surge sob o queixo (gordura submentoniana) e redefinir o rosto, eliminando o duplo queixo.

Para todos nós (homens e mulheres), a área comumente conhecida por “papada” é uma localização “privilegiada” para a acumulação de gordura. Isto acontece muitas vezes como resultado do processo de envelhecimento, variações de peso ou simplesmente pela incontornável hereditariedade. Infelizmente, a sua redução através da dieta ou do exercício físico é extremamente difícil, senão mesmo impossível! Daí que até então, a única forma de remover definitiva e eficazmente o “duplo queixo” era através de um procedimento cirúrgico.

Nos últimos anos têm-se desenvolvido inúmeras investigações no sentido de encontrar um procedimento minimamente invasivo que conduza à destruição destas células adiposas. O ácido desoxicólico tem sido apontado como a solução ideal.

Ao ser injetado por via subcutânea, esta substância altera a membrana das células de gordura, causando a sua rutura irreversível e a libertação da gordura existente no seu interior, sendo esta posteriormente eliminada pelo organismo.

Na minha opinião, este é sem duvida um procedimento revolucionário que oferece aos meus pacientes a possibilidade de melhorar significativamente a definição dos seus rostos sem ter de recorrer à muitas vezes temida cirurgia, evitando também um longo período de recuperação.

Os ensaios clínicos efetuados demonstram que a maioria dos pacientes tratados com este medicamente obtem resultados visíveis entre 2 a 4 sessões. O número de injeções é adaptado de forma personalizada à distribuição da gordura submentoniana do paciente, bem como aos objetivos do tratamento.

No máximo podem ser administradas até 6 sessões de tratamentos, sendo recomendável um intervalo de 1 mês entre cada sessão.

O tratamento é simples, rápido e bem tolerável, sendo perfeitamente compatível com as rotinas diárias dos pacientes. Os efeitos secundários mais comuns incluem um edema transitório que se resolve no espaço de uma semana.

Uma vez alcançado o resultado desejado, não se prevê necessidade de recorrer a novos tratamentos: a destruição dos adipócitos é definitiva!

Como sempre deixo o alerta a todos os meus leitores: esta intervenção pode parecer de simples execução, mas é fundamental que seja feita sempre por profissionais especializados. Alguns dos efeitos secundários possíveis a evitar podem incluir alterações sensitivas da face e sorriso assimétrico. Alertar também que se trata de um medicamento sujeito a receita médica.

Até breve!

Escreva um comentário

A sua subscrição foi efetuada com sucesso!

Pin It on Pinterest

Partilhar