8 dicas para se preparar para o preenchimento facial

O sucesso do seu tratamento com preenchimento facial está, essencialmente, nas mãos do seu profissional de saúde, mas saiba que existem aspetos fundamentais cujo controlo estão ao seu alcance.

Descubra como se preparar para este tratamento, bem como pequenos truques que farão a diferença.

1 – Nos dias anteriores à intervenção evite medicamentos anti-inflamatórios como por exemplo a Aspirina e o Brufen. Também determinadas vitaminas e suplementos, como a Vitamina E e o Ginseng, devem ser evitados. Durante as 48 horas anteriores ao procedimento deve minimizar a ingestão de álcool.

2 – Organize a sua agenda. Embora estes tratamentos não comportem restrições sociais ou profissionais, podem surgir equimoses ou edema (inchaço e nódoa negra) que demoram até 10 dias para a sua completa resolução. Também o ácido hialurónico demora até 1 a 2 semanas a ficar integrado nos tecidos. Ou seja, a partir dos 15 dias é que o resultado final está estável. Assim, recomendo que marque estes tratamentos com um distanciamento de pelo menos 15 dias em relação a datas com eventos importantes.

3 – Se estiver doente, com sintomas de gripe ou constipação, o melhor a fazer é remarcar a sua consulta de tratamento para quando se sentir em pleno.

4 – Lesões infecciosas da pele (p.e. acne e herpes) na zona de intervenção também contra-indicam temporariamente o Preenchimento Facial.

5 – Também as infeções da boca como quistos ou abcessos devem de ser tratadas antes de realizar o tratamento.

6 – É pertinente informar o seu injetor sobre o seu estado geral de saúde, medicação crónica que eventualmente faça, bem como alergias de que padeça. Não se esqueça de levar esta informação para a consulta para que nenhuma informação fique esquecida.

7 – Discuta previamente com o seu injetor, e de uma forma clara, quais os objetivos do tratamento, número de ampolas necessárias, resultados expectáveis e até mesmo a marca dos preenchedores que vai ser usada.

8 – Finalmente, mentalize-se para atravessar o período de recuperação de uma forma tranquila. Este período não é complicado mas pode incluir um ligeiro desconforto, alguns edemas e até equimoses.

Acharam úteis estas dicas? Se tiverem outras dúvidas, sintam-se à vontade para comentar o artigo ou contactarem-me diretamente.

Até breve!

Partilhar