5 O’clock Chá ou Café?

Quando estamos a precisar de uma dose de cafeína, o que será melhor, chá ou café?

Alguns dados interessantes:

O Chá é a bebida mais consumida em todo o mundo, logo após a água e antes da cerveja.

Segundo reza a lenda, o Chá foi descoberto por um Imperador chinês Shennong em 2737 AC enquanto fervia água debaixo de uma árvore. Acidentalmente terão caído folhas na água. O imperador terá provado a infusão e ficou surpreendido com o resultado. No entanto, a introdução do Chá na Europa só viria muito mais tarde e o início da sua popularidade veio pelas mãos de uma ilustre Portuguesa, Catarina de Bragança, rainha Consorte de Inglaterra, que popularizou o seu consumo na corte Inglesa.

O consumo do café chegou muito mais tarde ao velho continente e sobre a sua descoberta também existe uma lenda: acredita-se que foi na Etiópia, que um guardador de cabras notou que quando elas se alimentavam de determinadas bagas (bagas de café) estes animais assumiam um comportamento hiperativo (nem quero imaginar…).

Para a saúde:

Em comum podemos afirmar que ambas as bebidas têm vantagens e desvantagens para a saúde e um conteúdo significativo de cafeína. De um modo geral a dosagem de cafeína é mais elevada no café. Mas a quantidade de cafeína que ingerimos numa taça de café ou chá varia muito de acordo com o modo de preparação do café ou tipo de chá que escolhemos.

Muito importante aqui é recordar que Chá, propriamente dito, só é o que resulta a partir da planta Camellia sinensis. Em algumas apresentações à venda, pode estar misturado com outras plantas ou partes de plantas como limão ou tília. Mas outras bebidas, também vulgarmente designadas por chá (por exemplo “chá de cidreira”), não são chás. São infusões de outras plantas e, portanto, com propriedades fitoterapêuticas distintas.

Voltando ao Chá, também dependendo do tratamento e cultivo da planta original derivam algumas variações: o Branco, Preto e Verde. Estas variações resultam em aroma e sabor diferente, mas também há diferenças nas propriedades terapêuticas e na quantidade de antioxidantes e cafeína.

Quanto à saúde, coração, fígado, cérebro são alguns dos órgão alvo mais importantes dos ingredientes destas famosas bebidas.

As propriedades do Chá na prevenção de alguns tipo de cancro, através do elevado teor de antioxidantes que protegem as alterações no DNA, já estão hoje devidamente fundamentadas.

Científico! Também lhe são atribuídas propriedades antienvelhecimento e de proteção cardiovascular.

Mas o Café também parece contribuir na redução da incidência da Doença de Alzheimer e Diabetes tipo 2. O seu elevado teor em cafeína ajuda a contrariar a sensação de fadiga. Também o efeito vasoconstritor pode ter um feito benéfico sobre dores de cabeça, particularmente nas enxaquecas.

Para consumidores e curiosos fica aqui uma infografia da Policy Expert com uma excelente comparação entre estas duas bebidas, que, certamente, vai dar que pensar na hora do chá das 5h00 😉

Até breve!

Partilhar